top of page

Sexo na Gravidez, pode?

Durante a gravidez, o corpo ganha novos contornos, um turbilhão de hormônios e emoções passam pela futura mamãe e pelo futuro papai. Mas e o sexo? O sexo na gravidez muda muita coisa! A mulher pode ficar confusa com tantas sensações novas. O futuro papai também pode ter dificuldades para lidar com essas novas informações que acontecem a partir dessa etapa da vida do casal.

As transformações acontecem desde o início da gravidez, tanto no corpo como na mente. Os hormônios jogados no corpo da mulher a deixam com sensações que podem diminuir a libido e a vontade de fazer sexo (não é regra!). Além disso, o casal pode achar que o sexo pode prejudicar o bebê ou mesmo ocasionar um aborto, pura falta de educação em sexualidade, pois é sabido que, exceto restrições médicas, é possível ter relações sexuais até os últimos dias quando o casal estiver em comum acordo. Talvez sejam necessárias algumas adaptações na hora do sexo, principalmente quando a barriga cresce vai ficando cada vez mais difícil achar uma boa posição para as relações – dificultando sim, impedindo jamais!

O sexo durante a gravidez pode trazer surpresas e não é raro casos de mulheres que tiveram o primeiro orgasmo durante a gestação. Além disso, o sexo exercita os músculos pélvicos, mantendo-os firmes e flexíveis para o parto. Mas, volto a repetir, se por algum motivo o médico recomendar abstinência, o casal deve continuar trocando carícias e mantendo o apetite sexual de uma forma mais amena, mas não por isso menos gostosa.

Agora, se não há recomendações médicas contra o sexo, não há razão para deixar de aproveitar!

O sexo é importantíssimo nessa fase, pois além da cumplicidade entre o casal, o bebê é capaz de sentir todas as emoções vividas fora da barriga. Uma mulher satisfeita, feliz e realizada terá uma gravidez muito melhor.

Uma dica importante: O uso de cosméticos eróticos e acessórios do prazer se não houver negativa médica, podem ser utilizados mas é necessário cautela e orientação adequada, principalmente quando usado no corpo feminino, por exemplo jamais usar estes cosméticos na região interna, na vagina. Já em relação ao casal, a mulher pode fazer uso, por exemplo, de masturbadores masculinos, já que muitas sentem enjoos e náuseas durante o sexo oral. Enfim, com inteligência e adaptação, a fase da gravidez pode ser uma grande oportunidade para ampliar o repertório sexual. Encontrar novos pontos de prazer e aumentar a intimidade e cumplicidade do casal. O que não pode é deixar de se curtirem. Que tal?


5 visualizações0 comentário

ความคิดเห็น


bottom of page