top of page

Como Vencer a Timidez na Cama

COMO VENCER A TIMIDEZ NO SEXO E SER FELIZ NA CAMA


Muitas são as mulheres que enfrentam uma barreira na hora H e acaba as impedindo de curtir os prazeres ao lado do amado na cama. O tema de hoje é a timidez.

Muitas vezes, o que pode ser apenas uma encarnação com uma parte do corpo ou a vergonha de fazer algumas posições pode se transformar em um bloqueio na hora do sexo, afetando toda sua resposta sexual.

Muitas são as causas pelas quais as mulheres – e homens também, manifestam timidez na hora do sexo. Preocupações com a aparência, falta de habilidade no sexo, tabus, experiências traumáticas, falta de educação em sexualidade, baixa autoestima... E, listar possíveis causas podem colaborar na reflexão que se faz necessári

o realizar para identificar a causa da sua timidez e para elaborarmos estratégias que levarão a mudança.

Sempre digo que fórmulas prontas não resolvem 100% das dificuldades, mas neste caso servirá para uma “prova” para que você possa buscar identificar pensamentos, sentimentos e sensações que surgirão na medida em que realiza as dicas abaixo. Coloque-as em prática e confira os resultados com o seu parceiro e principalmente, dentro de si.


MELHORE A AUTOESTIMA


Você pode até ter alguma encanação com seu corpo, afinal, a maioria das mulheres mudaria algo em si mesmas. Mas não porque você está um pouco acima do peso ou tem alguma parte do corpo que não gostas que irá travar na hora do sexo.

E não é só isso: há mulheres que não deixam o parceiro tocar em algumas partes de seu corpo ou até permitem, mas sentem-se muito incomodadas. Mulheres com baixa autoestima precisam trabalhar esse problema e deixar as preocupações de lado. Uma forma de fazer isso é focando mais no prazer do momento, nas carícias, no toque, sem pensar em imperfeições.

RESPEITE SEUS LIMITES


A mulher não precisa ter vergonha de aceitar algum pedido do parceiro, mas também deve sentir-se livre e segura para dizer não caso não se sinta bem com alguma proposta.

Penso até que deva sentir-se feliz com a liberdade que o parceiro tem em lhe propor algo novo no sexo. Mas, se você não suporta a ideia de fazer sexo oral, por exemplo, não se sinta coagida a fazer só porque o parceiro pediu. Seja sincera e proponha outra ideia. Se você cede fazendo algo que não quer, tem mais chances de ficar retraída, de não se entregar ao prazer e se isso for uma constante, certamente o desejo sexual irá sumir. Já percebeu que isso não vale a pena certo? Seja sincera com você e com seu parceiro.


DESCUBRA O SEU PRAZER E CONVERSE


Muitas vezes, a mulher tem vergonha de dizer que não está sentindo prazer. Isso não é tão raro de acontecer e seria facilmente resolvido com uma conversa. Mas antes de dizer ao seu parceiro o que está faltando para a transa de vocês ficar mais quente, você precisa saber como sente prazer.

Por isso, se conhecer é indispensável. A masturbação é uma experiencia normal, gostosa e saudável. Está na hora de resolver esse tabu das mulheres e a masturbação e perceber que um pouco de “ménage a moi” pode ser exatamente o que você precisa.

Além da masturbação, você precisa “guiar” seu parceiro para que ele faça o que te excita. Fingir que está sentindo prazer é um erro e desconheço homem que não se magoe ao saber que sua parceira fingia na hora do sexo. E, se você não for verdadeira com seu prazer, seu parceiro não mudará a atitude na hora do sexo se não souber que a parceira não está satisfeita. E, cobrar do outro um prazer que nem você mesma sabe se oferecer, não é nada justo.

Seu corpo deve ser seu melhor amigo, seu templo e um presente de Deus – é uma das únicas coisas que estarão com você a vida inteira. Explorá-lo faz parte da relação de amizade e amor além de ser uma forma de gratidão à Deus já que ele nos presenteou com um órgão sexual só para nos oferecer prazer: o clitóris!

Pratique o autoamor!

23 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page